sábado, 29 de novembro de 2008

CORAÇAO LEVIANO

Ah coração leviano...
Acaso perdeste o rumo?
Não vês que o tempo passa?
Porque tanto descuido?

Porque tanta desatenção?
Queres que morra em mim
o desejo de ver teus olhos?
de sentir teu cheiro?
de encantar-me com tua presença?
Desvela-me! Olha a hora!
Interroga-me! Olha a hora!
Abraça-me! O tempo é agora,
não deixe que vá embora.

Rosita Ribeiro - 29/11/08

Um comentário:

Gabriela disse...

Amiga, amei seu blog!Belíssimas palavras.Gostei muito desse domínio.Acho que mudarei o meu endereço para cá.Beijos